segunda-feira, 6 de abril de 2009

Meu até breve ao valoroso Coronel PM Francisco Spargoli

Hoje tombou heroicamente o coronel PM Spargoli, como qualquer guerreiro gostaria de sucumbir. Partiu, porém, fora de hora, e paradoxalmente pelas mãos de criminosos contumazes, tais como milhares que ele cuidou de manter na cadeia durante a sua arriscada vida profissional. Quem conhecia o coronel Spargoli intimamente sabia da sua valentia. Eu sabia, era seu incondicional amigo.
O que talvez muitos não saibam é que ele iniciou sua carreira como soldado PM. Foi quando eu o conheci, na Companhia Escola de Recrutas, em Niterói, onde eu servia como tenente. Não me recordo o ano, faz longo tempo.
Ainda recruta, Spargoli se destacava por sua obstinação. Projetava ser oficial da PM e conquistou esse direito sem dever nada a ninguém. Aliás, toda a sua trajetória foi brilhante e sempre sem dever nada a ninguém.
Era um excelente profissional e, acima de tudo, um ótimo amigo. Não que para merecer tal consideração ele abrisse mão dos seus princípios. Pelo contrário, ele costumava ser irredutível e dizia não com a mesma naturalidade com que dizia sim. Não mudava a feição amável que se contrapunha a sua firmeza. Ele era rigoroso, sim! Mas primeiramente exigia um máximo rigor de si próprio. Foi assim a vida inteira.
Homem de coragem, ninguém há de duvidar! Amigo leal! Por isso o cemitério estava apinhado de velhos companheiros dele, e muitos não compareceram ao sepultamento porque foi no mesmo dia da morte. Spargoli saiu do mundo do modo como gostava que a vida fosse: tudo rápido e eficiente.
Repito aqui, lamentando a perda do amigo: ele tombou em combate, do modo que, decerto, gostaria finalizar sua vida terrena. Foi atendido pelo Criador e partiu glorificado. Ser-lhe-ia ridículo morrer inválido, sucumbindo num leito de hospital. Ele não! Jamais! Era um guerreiro! Representava o que há de melhor na corporação, um exemplo de honestidade e caráter. A sua morte é uma grande perda para nós, seus amigos fiéis, e também para a sociedade à qual serviu com bravura e destemor.
A utilidade social do coronel PM Spargoli excedeu a sua pessoa em todos os sentidos. Ele se doou bem mais que recebeu. Resta-nos lamentar a sua ausência daqui por diante, mas sempre frisando: tombou um guerreiro! E assim ele será sempre lembrado!

Até breve, amigo!

Descanse em paz!

9 comentários:

Melquisedec Nascimento disse...

Nunca trabalhei com o Cel Spargoli e nunca ouvi alguém falar mal dele, o que já é grande coisa nesses dias em que colegas insistem em falar mal uns dos outros.

No texto do Tcel Larangeira,vê-se que ele era muito querido,o que ajuda sua família a superar esse momento de imensa dor.

Anônimo disse...

tive o prazer de conhecê-lo e admirá-lo, perdeu-se um homem de valores rigorosos como poucos existem hoje em dia, certa vez em um problema de trabalho ele me disse para erguer minha cabeça e seguir em frente pois eu não devia nada a ninguém, foi desta forma que ele saiu deste mundo, de cabeça erguida, defendendo a sociedade, sem dever nada a ninguém.
Adeus e obrigado cel spargoli.

Anônimo disse...

O nosso irmão_amigo_escritor Emir Larangeira sintetizou muito bem o que representou Spárgoli, junto de nós, em sua frutuosa passagem por este estágio de vida. Larangeira não poderia ter clicado melhor para obter tal foto.
É isso mesmo. Spárgoli morreu como viveu, e da maneira como desejava. Foi, assim, então, menos que morte. Foi uma continuidade, mas passando para uma fase melhor! Duvido se entre nós, seus companheiros amigos, houve quem não tivesse sentido inveja dele com respeito a esse final! Morreu legal!
Mas, morreu legal por quê? Porque viveu legal e legalmente, na verdadeira acepção da palavra!
Que o receba e o trate com carinho é o que pedimos a DEUS, e que nos ajude, os que ficamos, a perseverar no bem, como o Spárgoli conseguiu!

w.arguelles disse...

que Deus o tenha e com certeza era um guerreiro.PM correto e leal.
belo texto e de td merecimento.

W. ARGUELLES

Anônimo disse...

PREZADÍSSIMO EMIR, O IDEAL SERIA MESMO QUE ELE TIVESSE VENCIDO A BATALHA E JOGADO POR TERRA OS MALFEITORES... QUE ELE TIVESSE SEGUIDO A SUA HISTÓRIA, EVOLUINDO, AMDURECENDO ATÉ TORNAR-SE UM SÁBIO COM TODA A GLÓRIA E O PODER DO ESPÍRITO, POIS A BATALHA ESPIRITUAL É AINDA MAIS PENOZA DO QUE ESTAS QUE ACABAM CEIFANDO UMA VIDA PRECIOSA COMO A DO SPARGOLI. PEÇO A DEUS QUE TODOS OS GUERREIROS PASSEM INCÓLUMES À CONDIÇÃO DE SÁBIOS À LUZ DO ESPÍRITO SANTO E QUE VÃO PARA O ETERNO COMO O "FERNÃO CAPELO GAIVOTA". QUE O CRISTO CONSOLADOR ACUDA SUA FAMÍLIA E SEUS AMIGOS.

ABS DO HTAVARES ... SINTO NÃO TÊ-LO VISTO MAIS.

Emir Larangeira disse...

Deletei um comentário postado por quem anonimamente se diz "amigos do Sérgio Cabral". Nada contra. Apenas o assunto foi postado pelo comentarista em lugar errado, como se aqui estivéssemos brincando. Não estamos. Tratamos aqui do assassinato de um valoroso companheiro. Creio até que essa turma anônima não deva ser realmente amiga do governador. Quem tem amigos assim não precisa de inimigos.

jesuz disse...

3ºSgt PM Jesuz
Sinceramente não o conheci ou sequer ouvi falar dele , mas confio em suas palavras e creio que desta forma tenha sido realmente uma grande perda , talvez esteja exagerando ou sendo injusto com alguns , mas sinto que homens como ele , estejam em falta na PMERJ hoje.

Anônimo disse...

Ao amigo Larangeira:

Perdemos acima de tudo, um irmão.

Forte abraço.

Cel PM Tavares

Anônimo disse...

O sobrinho dele Tenente Spargoli foi atingido na semana passada por um tiro na cabeça, e se encontra em estado muito grave no HCPM... Quem puder ajudar doando sangue no hospital.. A familia Agradece!